sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Gastronomia - Arte e Alquimia

Hoje não publicarei uma receita e sim, falaremos desta ciência, ao qual faz parte a Arte Culinária  e que tanto me apaixona e fez mudar a minha vida - 

A  Gastronomia.



Quando me autodenomino o 
Mago das Panelas, 
Que na verdade é somente o nome do blog e não um título.
Não faço uma referência somente ao meu trabalho, mas sim a todos os renomados e não renomados Chefes de Cozinha no Brasil e no Mundo. Todo aquele que leva esta profissão de "Chef" como um sacerdócio e que diariamente transforma sabores e ingredientes em um ato teocrático,  ou em miúdos,  um néctar dos deuses, deve receber também este título.

Quando nos dedicamos a elaborar uma iguaria especial, uma receita meticulosa de um prato em questão, sentimos um verdadeiro orgasmo em outros três sentidos que não é o "sexual" ( mas que dependendo do ingrediente, podemos nos encaixar nesta categoria! rsrsrs...)- e sim do olfato, paladar e visão. Percebemos que ao decorrer desta elaboração estamos transformando produtos da natureza em algo divino, algo que transcende tudo que seja palpável ou visível e conforme minhas pesquisas, quando conseguimos mudar a natureza de um elemento, isto é, sua propriedade química e física, chamamos de Alquimia.


Quando surgiu, no Antigo Egito, mais precisamente na cidade de Alexandria, a Alquimia, no original em árabe: Al-Khemy - estava ligada aos deuses, pois o termo Al , vem de Al'A, que significa: Ser Supremo ou todo-poderoso; e o termo Khemy, significa Transformação. 

Então Alquimia significa uma transformação divina em busca da perfeição, e é exatamente o que Chefs de todo mundo almejam em seus trabalhos, a busca incessante pela perfeição e pela divindade do prazer a mesa, e como os antigos alquimistas chamados de Magos ou Feiticeiros, Os Chefs de Cozinha usam sua sabedoria e suas panelas para transformar "Chumbo em Ouro" como se cada um carregasse sua própria pedra filosofal ( Lendário artefato antigo que dizia-se transformar metais não nobres em ouro).

A Gastronomia é portanto uma alquimia, é transformar elementos e produtos da natureza em pratos maravilhosos, dignos de ser saboreados em solo sagrado, como se cozinhássemos no Monte Olimpo ou no Paraíso.  Exagerado ou não, acredito que quando saboreamos algo assim, nos sentimos como se aquele belo momento seja único e inesquecível, eu aposto que sempre em sua mente você guarda algo que provou em sua história de vida e que nunca esqueceu o que era, e aonde comeu! 

E essa é a grande satisfação de um verdadeiro Chef, levar seu cliente ao limiar de uma experiência além vida, divina, indescritível e orgástica.
Eu acredito que qualquer ser humano, possa cozinhar bem, mas o que diferencia um grande chef de um simples cozinheiro é a dedicação, know-how e sem dúvida seu histórico familiar, não acredito que em uma família onde não exista ou existiu, uma verdadeira celebração a mesa, poderá transformar qualquer indivíduo desta família em um Gran Chef d'Cuisine. Se você pesquisar a histórias dos grandes Chefs mundiais, verá que a tradicionalidade e a história da sua família é crucial em sua profissão, não importa se veio de uma grande escola culinária, pois o estudo leva a novos caminhos, mas a essência vem de uma história de receitas e sabores que são passados de geração em geração. 

Por isso aqui no meu blog eu faço questão de contar a história da minha família e de como ainda carrego comigo, os segredos e as "fórmulas" passadas por meus antepassados.

Espero que minhas receitas e de meus amigos levem até você, meu caro seguidor, toda esta experiência transcedental e divina e que seus amigos e familiares te acompanhem, nessa viagem, por isso ao cozinhar, dedique-se, leia, sinta, ouça, cheire e principalmente transforme este ato em uma celebração ou em um ensaio químico (mas quando falo isso não é transformar seu prato num ensaio químico e sim transformar sabores em equilíbrio, conservando a originalidade dos ingredientes e tornando-os um orgasmo gastronômico), sinta-se um  "alquimista" ou um "mago" e que estará servindo deuses e transformando como já disse "Chumbo em Ouro"

Um Forte Abraço

Chef Paulinho Pecora